Abordagens de Desenvolvimento WEB

Existem algumas abordagens possíveis para o desenvolvimento web, com modelos distintos e diferentes formas de encarar o desafio:

  • Modelo em cascata (do Inglês Waterfall development) ou Modelo Sequencial Linear: pode ser considerado como o mais tradicional entre os modelos disponíveis. Nele, cada etapa impacta e é impactada no resultado. Essa metodologia ainda é bastante usada em projetos grandes e complexos, como na implantação de um sistema de gestão empresarial (ERP);
  • Desenvolvimento Ágil de Software (do inglês Agile Development): como o DSDM, SCRUM, Extreme Programing (XP), que apostam também na metodologia ágil de desenvolvimento a partir de Sprints e entregas.
  • Desenvolvimento Rápido de Aplicação (Rapid Application Development – RAD): como complemento ao modelo anterior, introduz um ciclo de desenvolvimento extremamente curto;
  • Desenvolvimento interativo e incremental (do inglês Incremental Development): é considerado um modelo clássico que serve para complementar as fraquezas do modelo em cascata;
  • Prototipação (do inglês Prototyping): consiste na criação de modelos – ou protótipos – que são utilizados para fins de ilustração e desenvolvimento;
  • Programar e Arrumar (do inglês Code and Fix): consiste em fazer ajustes continuamente no aplicativo web até que seja aceito pelo cliente.

Vale destacar que não existe uma metodologia melhor e outra pior. Cada projeto de desenvolvimento web pode ser mais viável usando um ou outro método, cada empresa pode estar mais adaptada a um ou outro modelo de desenvolvimento.

Ou seja, contar com profissionais experientes e com uma equipe capacitada em várias metodologias são melhores receitas para garantir o sucesso do desenvolvimento e adoção de inovações nas empresas.