50 Coisas a Fazer ao Iniciar um Negócio

O caminho para o empreendedorismo é árduo, cheio de altos e baixos, principalmente para aqueles que não dispõem de muitos recursos financeiros. Então pessoal neste artigo eu compartilho as 50 dicas para iniciar sua própria empresa, e trilhar um negócio de sucesso.

1 – Faça uma Autoanalise

Antes de investir tempo ou recursos, avalie-se e veja se possui algumas das características típicas de um empreendedor, você pode começar se perguntando:

  • Estou motivado?
  • Estou confiante e com capacidade de se adaptar?
  • Sou resiliente?

Estar motivado significa manter os olhos fixos em um alvo, não se deixando abater por situações ou pessoas ou situações ruins que possam surgir. A adaptação seria o ser se moldando ao meio, e a confiança estaria ligada a ideia de acreditar que o meio não lhe prejudicará. A resiliência é a capacidade que cada ser humano tem para se adaptar e crescer após situações de crise.

2 – Desenvolva a Ideia.

Não comece um negócio apenas porque algo está na moda e você acha que comercializá-lo renderá dinheiro. Desenvolva um conceito de negócio pelo qual você seja apaixonado, entusiasmado e que tenha experiência. A partir daí, crie um produto ou serviço que você acredita que pode melhorar a vida das pessoas.

3 – Teste a plausibilidade

Seu produto ou serviço é algo que as pessoas desejam ou precisam?

  • Você pode lucrar vendendo isso?
  • O produto funciona?

Consideramos que o teste de plausibilidade mostra-se como uma das ferramentas de qualidade daquilo que se considera aceitável ou admissível. Se tem vantagens e o produto funciona, você está no caminho certo.

4 – Escreva um plano de negócios

Um plano de negócios sólido irá guiá-lo no futuro. Ele também é necessário para apresentar sua ideia a investidores potenciais. Seu plano de negócios deve incluir uma declaração de missão, um resumo da empresa, ofertas de produtos, uma descrição de um mercado-alvo, projeções financeiras e o custo da operação. Você pode saber mais sobre como elaborar um plano de negócio se inscrevendo em um curso GRATUITO disponibilizado pelo SEBRAE onde você pode conseguir um certificado com verificação de autenticidade, 100% gratuito.

5 – Identifique seu Mercado

Mesmo que você possa ter detectado algum interesse em seu negócio, você precisa fazer mais lições de casa. Avalie o mercado, visando os clientes com maior probabilidade de fazer uma compra. Faça uma análise competitiva.

Você precisa descobrir os fatores de risco que contribuem para o fechamento da venda e a análise competitiva diz respeito ao processo formal analítico de verificar o que seus concorrentes diretos e indiretos estão fazendo, observando aquilo que dá certo e o que é um indicativo do que a sua empresa não pode fazer no dia a dia dela.

6 – Determine os Custos

Faça pesquisas adicionais e descubra os fatores de custo padrão neste setor. Isso não só o ajudará a gerenciar seu negócio com mais eficácia como também os investidores vão querer saber disso.

7 – Estabeleça um Orçamento

Depois de determinar com quanto dinheiro você terá para trabalhar, descubra quanto será necessário para desenvolver seu produto ou serviço e crie um plano de marketing.

8 – Encontre os Investidores Certos

Você vai precisar de algum tipo de investimento para começar, seja de suas economias, cartões de crédito, empréstimos, doações ou capitalismo de risco. Encontre um investidor que compartilhe sua paixão, alguém com quem você acredita que pode contribuir com trabalho.

9 – Ouça os investidores

Querendo ou não, os investidores têm palavras a dizer na sua empresa. E você precisa ouvir seus conselhos ou sugestões. Mas isso não significa que você tenha que fazer tudo o que eles mandam.

10 – Configure um Ótimo Sistema de Suporte

Você também vai investir muito tempo e recursos em seu novo empreendimento. Esteja certo de que sua família está a bordo. Eles devem estar cientes de que esse processo será um desafio financeiro e emocional.

Por Rodrigo Crosara

Olá sou CEO da SeuStyle.net e Analista Programador. Já participei de implementações de centenas de projetos digitais nacionais e internacionais e também sou o fundador e mantenedor do blog "Como Desenvolver" desde 2016, meu objetivo aqui é disponibilizar uma base de conhecimentos e um repositório de informações úteis para mim e para os amantes em conhecimentos digitais, seja bem-vindo e sinta-se livre para deixar seu comentário e olhar a sua volta.